Eterna rainha de bateria da Jacarezinho, Raissa fala sobre a volta do carnaval

Raissa Coelho Marques, a eterna rainha de bateria da Jacarezinho, falou a reportagem do Jornal Acontece sobre a volta do carnaval de Brasília de Minas. Mesmo distante da cidade ela vive momentos de êxtase pela volta das escolas de samba ao carnaval que já foi um dos mais famosos de Minas Gerais. Segundo Raissa a ligação dela com a Jacarezinho vem de família.

 

“Não sei se é do conhecimento de todos, mas minha família ajudou a fundar a Jacarezinho. Meu tio Adim, Fábio e Titu. Meus tios Adim, Titu e Idalécio tocaram na bateria. Titu foi mestre de bateria também. Meu Tio Fábio foi mestre-sala e com a belíssima Gilena formaram o primeiro casal de mestre-sala da Jacarezinho e assim permaneceram por tempos. Minha mãe foi passista, minhas tias Leide, Milene e Marilene foram baianas. Minhas tias avos Nina e Madalena também foram baianas. Meu primo Jorge já fez samba enredo para Jacarezinho. A história da minha família está entrelaçada com a Jacarezinho. Desde pequena desfilei na escola, primeiro na ala das crianças e depois já me tornei passista Mirim”, relata.

 

Ao falar da escola de samba do coração Raissa sempre se emociona. Ela disse que o que sente pela Jacarezinho é mesmo amor. “Sou apaixonada pela Jacarezinho”, disse. “Sempre sonhei com o retorno das escolas, isto porque não existe carnaval de Brasília de Minas sem as duas escolas de na avenida”, completa.

Raissa cresceu dentro da Jacarezinho, mas fez história mesmo em duas ocasiões em que foi rainha de bateria.

 

“Em 2010 foi o meu primeiro ano à frente da bateria da minha escola do coração. Emoção tamanha jamais tinha vivido. Sem duvida alguma, foi a realização de um sonho, sonho este que cultivava desde a infância. Em 2012 outra oportunidade me foi dada e o desfile foi com a mesma emoção: nervos à flor da pele, lágrimas escorrendo nos olhos, arrepios a todo instante, borboletas no estômago. Sempre os mesmos sentimentos: medo de não representar a escola a altura, medo de que o tempo passe tão rápido que eu não consiga aproveitar cada milésimo de segundo”, revela.

Raissa não veio para Brasília de Minas agora no carnaval de 2017, mesmo distante, ela já visualiza um espetáculo em 2018.

 

“Moro em Porto Velho, Rondônia. Nesse carnaval não pude ir, infelizmente. Estou extremamente feliz com o desfile da escola no próximo ano, desejo que seja mais um belo espetáculo, que a minha escola se una e façam um trabalho memorável, inesquecível. Acho que essa cultura e tradição da nossa cidade não deve ser interrompida outra vez”, conclama.

 

Perguntamos para Raissa se ela estará à frente da bateria da Jacarezinho no carnaval de 2018.

 

“Se serei rainha da bateria novamente? A resposta é não sei. Não recebi convite oficial ainda e o futuro a Deus pertence né”, disse a linda Raissa em um tom de que jamais dispensaria outra oportunidade de voltar à avenida para puxar a bateria da escola.

 

 

 

Please reload

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG