Ex-prefeito Jair Oliva solta nota de repúdio a decreto de calamidade financeira

05/01/2017

Como já informado por nosso departamento de jornalismo hoje pela manhã, o prefeito empossado de Brasília de Minas Geélison Silva decretou ontem estado de calamidade administrativa e financeira no município de Brasília de Minas.

 

Agora a tarde o ex-prefeito Jair Oliva Júnior, por meio de sua assessoria de comunicação, divulgou nota de repúdio ao ato do atual prefeito. O ex-prefeito municipal considera deplorável as alegações apresentadas pela atual administração, no Decreto 3.385, de 04 de janeiro de 2017.

 

“Brasília de Minas, talvez seja um dos poucos municípios em que a gestão anterior não tenha deixado nenhuma pendência com fornecedores (todos rigorosamente quitados) e nem com servidores ou prestadores de serviços (13º pago e folha de dezembro já quitada). Em janeiro/2017 a nova gestão vai apenas ARRECADAR E NADA A PAGAR. É simples a comprovação dessas alegações junto aos fornecedores e servidores. NENHUMA PENDÊNCIA!” diz a nota.

 

"O objetivo obscuro desse decreto é uma incógnita, uma vez que diante da ausência de fatos reais como dívidas ou folhas atrasadas, criam-se fatos que podem facilmente serem, TODOS, desmentidos. Se o objetivo do decreto é munir-se de amparo legal para justificar contratos e compras sem o devido processo licitatório, é exigência legal que esteja apoiado em fatos reais e verdadeiros”. Completa a ex-administração de Brasília de Minas.

 

Please reload

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG