Juiz de Santos rejeita abrir ação contra Neymar e seu pai

 

O juiz Mateus Castelo Branco, da 5ª Vara Federal de Santos, rejeitou a denúncia do Ministério Público Federal e decidiu não abrir ação penal contra Neymar, seu pai, Neymar da Silva Santos, e dois dirigentes do Barcelona.

 

O juiz acatou pedido da família do jogador, que alegou que ainda não poderia haver processo judicial sobre por sonegação fiscal, já que há discussões em andamento na Receita Federal, na esfera administrativa – elas teriam que se esgotar antes da abertura de uma ação. O juiz também rejeitou abrir processo contra os acusados por falsidade ideológica. 

O Ministério Público anunciou que vai recorrer da decisão após o Carnaval. Segundo a denúncia, o pai de Neymar cometeu 21 crimes de sonegação e 12 de falsidade ideológica, o que poderia render, na hipótese de a Justiça condená-lo em todos os casos, até 10 anos de prisão.

 

Já o atacante Neymar cometeu, ainda segundo manifestação da Procuradoria nos autos, 3 vezes o crime de sonegação e 6 de falsidade, o que poderia resultar em até 6 anos de prisão.

Tags:

Please reload

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG