Prefeitos do Norte de Minas manifestam sobre pronunciamento de Bolsonaro: "Preocupamos com a vida"

Por Fernando Almeida - Jornal Acontece

O pronunciamento do presidente da república, em cadeia nacional de Rádio e TV, na noite desta terça-feira, (24/03), gerou repercussão imediata no meio político. Prefeitos e Governadores que viram uma postura do chefe do executivo nacional totalmente contrária àquelas adotadas nos Estados e Municípios, no combate a pandemia do Coronavírus, logo trataram de contra atacar.


No Norte de Minas, os prefeitos que fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Saúde - CINORTE se manifestaram por meio de um comunicado e disseram que o posicionamento continua sendo o mesmo na prevenção da COVID-19. Eles alegaram que a região está desassistida pelos governos Federal e Estadual nessa luta, por isso tem antecipado medidas para evitar uma catástrofe.


"Para estes prefeitos não há mais nada a fazer a não ser tentar preparar suas unidades de saúde, até o momento sem apoio do governo federal e estadual, determinar interrupção de atividades que possam gerar aglomerações e assim tomar medidas como o fechamento de estabelecimentos comerciais, impor barreiras sanitárias e promover o isolamento social. Isto, continuará sendo realizado pelos municípios que compõem o CISNORTE", ressalta o comunicado.


O prefeito de Brasília de Minas e presidente do CISNORTE, Geélison Silva, disse que as medidas duras de enfrentamento ao Coronavírus irão continuar. De acordo com ele, o fechamento do comércio e o isolamento social são as únicas medidas capazes de evitar um alto número de contaminação e consequentemente uma sobrecarga no sistema de saúde do município. Ele agradece a população pelo comportamento diante da crise e disse que neste momento se preocupa com vidas.


"Os municípios do CISNORTE continuarão com todas as medidas para preservar a vida! Que o Governo Federal possa tomar todas as medidas para assegurar a economia tão importante e necessária, sem colocar a vida das pessoas em risco", disse o prefeito..


Assista vídeo do prefeito reforçando a continuidade de todas as medidas já adotadas


Leio o comunicado na íntegra


COMUNICADO

O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte de Minas – CISNORTE, vem a público se manifestar acerca do pronunciamento do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro, ontem, 24 de março de 2020.


Em primeiro lugar, cabe reiterar a importância da economia, do mercado e do trabalho, e, do próprio abastecimento dos suprimentos necessários para a sobrevivência humana em cada recanto do país. Por isso, valorizamos ações da presidência que buscam garantir a produção e o trânsito de alimentos, medicamentos, combustíveis e outros elementos essenciais e, ainda, evitar que nossos empresários não consigam retomar suas atividades ao fim da pandemia. Esta é uma preocupação legítima.


Esta preocupação é ainda maior na nossa região, Norte de Minas, onde o PIB é menor e a pobreza e o desemprego são maiores. Isto, faz com que nossa população seja ainda mais vulnerável e esteja mais exposta as graves consequências do Covid-19.


Mas, o SUS não conseguirá atender a todos com respiradores mecânicos e leitos de UTI, caso ocorra uma contaminação em alta velocidade, como ocorreu na Itália, Espanha e outros países. Por isso, acertadamente, os prefeitos dos municípios que compõem o CISNORTE buscaram se antecipar e tomaram medidas efetivas para tentar evitar uma catástrofe que pode ceifar várias vidas.


Para estes prefeitos não há mais nada a fazer a não ser tentar preparar suas unidades de saúde, até o momento sem apoio do governo federal e estadual, determinar interrupção de atividades que possam gerar aglomerações e assim tomar medidas como o fechamento de estabelecimentos comerciais, impor barreiras sanitárias e promover o isolamento social. Isto, continuará sendo realizado pelos municípios que compõem o CISNORTE.


Pedimos ao Presidente da República que assegure aos empresários a suspensão temporária do pagamento de suas dívidas, que lhes garanta crédito e condições para a retomada de todas as atividades ao fim da pandemia.


Também, que assegure aos trabalhadores uma renda mínima para as suas sobrevivências e de suas famílias.


Por fim, que dê condições para que todos os municípios possam cuidar de seus doentes agora e quando, em breve, pudermos voltar a normalidade da vida.

Brasília de Minas, 25 de Março de 2020.

GEELISON FERREIRA DA SILVA

Presidente do CISNORTE

354 visualizações

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG