Polícia Civil indicia vereador por falsificação de documentos. Parlamentar nega as acusações

Reportagem: Fernando Almeida

A Polícia Civil indiciou o vereador Estevão Domingos, atual vice-presidente da Câmara Municipal de Brasília de Minas, por falsificação de documentos. O delegado Flávio Cavalcanti disse que os documentos falsos seriam utilizados para liberar um veículo junto ao DETRAN. De acordo com ele, o fato ocorreu em janeiro deste ano.


No inquérito contra o parlamentar, ainda constam, segundo a Polícia Civil, mais duas acusações do ano de 2017. Uma seria de receptação. Nesse caso o vereador teria comprado um trator roubado com preço abaixo do praticado pelo mercado. A outra acusação é de estelionato. De acordo a PC o parlamentar teria vendido um veículo e não teria informado para a compradora a existência de débitos junto a uma financeira.


O vereador Estevão Domingos nega que tenha falsificado documentos. Ele acredita que possa ter havido um engano ou delito de uma pessoa que ele tentou ajudar para a retirada de um veículo apreendido. O político disse que teria emprestado os documentos pessoais para essa pessoa.


Quanto ao trator roubado, o vereador também disse que não é culpado e se posiciona como vítima. Ele disse que espera, inclusive, ser ressarcido após essa ação da polícia. Já sobre a acusação de estelionato, Estevão afirma que desconhece esse assunto sobre a venda de um veículo com dívidas.


Assista reportagem completa


#VereadorInvestigado #FalsificaçãoDocumentos #PolíciaCivil #VicePresidenteCâmara

641 visualizações
VIVO.jpg
AMAZON.jpg
LENOVO.png
POSITIVO.jpg
AMERICANAS.jpg
MOTOROLA (1).webp

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG