top of page

Comércio será fechado em Brasília de Minas a partir de amanhã. Só serviços essenciais vão funcionar

Por Fernando Almeida / Jornal Acontece

O governador Romeu Zema (Novo) publicou na tarde deste sábado (06) em uma rede social que a macrorregião Norte entrará na "Onda Roxa" do programa Minas Consciente. Nesta onda todo o comércio é fechando, ficando em funcionamento apenas os serviços essenciais.


O Governador disse que a medida é necessária devido à superlotação dos hospitais na maioria das cidades dessa região.

"O objetivo da medida é restabelecer a capacidade de atendimento hospitalar da região para preservar a rede de Saúde de todo o Estado", disse Romeu Zema.


O secretário Municipal de Saúde, Sandro Alex Pereira, disse ao Jornal Acontece agora a tarde que todos os municípios do Norte de Minas serão obrigados a seguir a decisão do Governo do Estado e confirmou que o fechamento de todo o comércio não essencial em Brasília de Minas ocorre a partir de amanhã.


Em nota, a Superintendência Regional de Saúde informou que a deliberação do Comitê Extraordinário de Enfrentamento da Covid-19 será publicada no Diário Oficial de Minas Gerais nesse domingo (7) e abrange 86 municípios da região ampliada de saúde.

“Por 15 dias será decretado lockdown em toda a região, com o objetivo de reduzir as notificações de casos de Covid 19 e com isso, diminuir a superlotação dos hospitais”, diz a nota.


Essas são as medidas impostas pela "onda roxa":

  • Funcionamento apenas do serviço essencial

  • Suspensão de cirurgias eletivas

  • Restrição de circulação de pessoas (só poderão sair de casa para atividades essenciais)

  • Toque de recolher das 20h às 5h e aos finais de semana

  • Proibição de pessoas sem máscara em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado

  • Proibição de circulação de pessoas com sintomas de gripe, a menos que estejam indo para consulta médica

  • Proibição de eventos públicos ou privados

  • Proibição de reuniões presenciais, inclusive entre parentes que não morem na mesma casa

  • Implantação de barreiras sanitárias de vigilância

  • Fechamento de bares e restaurantes (funcionamento apenas por delivery)


Veja quais são os serviços essenciais e que podem continuar funcionando

  • Alimentos, Agropecuária e Agroindústria (excluídos bares e restaurantes);

  • Serviços de Saúde (atendimento, indústrias, veterinárias, etc);

  • Bancos e seguros;

  • Transporte público;

  • Energia, gás, petróleo, combustíveis e derivados;

  • Manutenção de equipamentos e veículos;

  • Construção civil;

  • Indústrias (apenas da cadeia de Atividades Essenciais);

  • Lavanderias;

  • Imprensa;

  • Serviços de TI, dados, imprensa e comunicação;

  • Serviços de interesse público (água, esgoto, funerário, correios etc).



1.155 visualizações0 comentário

Comentarios


Snapshot_45.png
bottom of page