TRF1 concede prisão domiciliar ao prefeito afastado de Montes Claros


O Tribunal Regional Federal da 1ª Região confirmou nesta quinta-feira (19) que o desembargador Ney Bello concedeu a prisão domiciliar ao prefeito afastado de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB). De acordo como TRF1, Ruy Muniz terá de pagar fiança de R$ 500 mil, além de ser monitorado por meio de uma tornozeleira eletrônica.


A defesa de Muniz confirmou que foi informada sobre a fiança, mas espera ser notificada para que seja depositada a quantia estipulada. “Assim como existe a burocracia para a soltura, existe também para que se faça este depósito”, explicou o advogado Eugênio Pacelli.


O TRF afirmou também que, durante a prisão domiciliar, o prefeito afastado terá de “entregar o passaporte, não se comunicar com nenhuma pessoa ligada à administração municipal, solicitar à Justiça autorização prévia para realizar consultas ou exames médicos, e acompanhar os atos do processo”.


De acordo com a assessoria de imprensa de Muniz, a “defesa do Prefeito confia na Justiça e no Tribunal Regional Federal. Sabemos que todos os fatos serão esclarecidos muito mais brevemente do que se espera”.

8 visualizações
VIVO.jpg
AMAZON.jpg
LENOVO.png
POSITIVO.jpg
AMERICANAS.jpg
MOTOROLA (1).webp

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG