Em áudio, Temer fala como se Câmara já tivesse aprovado impeachment


O vice-presidente Michel Temer afirmou em uma mensagem gravada distribuída para integrantes do PMDB que é preciso "um governo de salvação nacional". Segundo ele, o momento exige a "pacificação" e a "reunificação" do país. No áudio, Temer fala como se a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff já tivesse sido aprovada pela Câmara.


De acordo com a assessoria de imprensa da Vice-presidência o áudio é um "ensaio" de Temer para o caso de o impeachment da presidente Dilma Rousseff vir a ser aprovado na Câmara. Conforme a assessoria, a gravação da mensagem foi uma "preparação" de Temer, que acabou divulgada "sem querer" para um grupo de Whatsapp.


Mais tarde, o próprio Michel Temer deu sua versão sobre o assunto. Ele afirmou que pretendia mandar o áudio para um amigo, mas o arquivo acabou enviado para um grupo de Whatsapp.

Na gravação, Temer disse que: - Manterá programas sociais como Bolsa Família, Pronatec e Fies. - Diz que é preciso um governo de "salvação nacional". - Defende diálogo entre os partidos. - Afirma que a Câmara decide por "votação significativa" declarar a autorização para a instauração de processo de impeachment. - Afirma que o processo de impeachment no Senado será longo.

0 visualização
VIVO.jpg
AMAZON.jpg
LENOVO.png
POSITIVO.jpg
AMERICANAS.jpg
MOTOROLA (1).webp

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG