Mortes de macacos levantam suspeita de febre amarela no Norte de MG


A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais realizou um mutirão de vacinação contra a febre amarela em Riacho das Pedras, zona rural da cidade de Mirabela, no Norte de Minas. A medida, preventiva, foi adotada depois que moradores encontraram macacos mortos nas cidades de Mirabela, Coração de Jesus e Brasília de Minas. A suspeita é que os animais foram afetados pela doença. Muitos animais foram encontrados em estado avançado de decomposição. Profissionais da Secretaria de Saúde Estadual coletaram sangue e outros materiais genéticos dos animais que morreram para apurar se os macacos foram contaminados pela febre amarela. Um laboratório, do estado do Pará, irá prosseguir com os trabalhos. O resultado deve sair nos próximos 15 dias. Durante a mobilização na comunidade de Riacho das Pedras, foram imunizados moradores que não estavam com o cartão em dia, sem as duas doses recomendadas pelo Ministério da Saúde. A indicação é que a dose seja aplicada pela primeira vez aos nove meses de idade, com reforço aos quatro anos. Aproximadamente 800 pessoas devem ser imunizadas na zona rural de Mirabela. A secretaria de saúde da cidade mantém um banco de dados, onde a população pode consultar se está com a vacina em dia. Moradores da zona urbana também precisam atualizar a vacinação.

7 visualizações
VIVO.jpg
AMAZON.jpg
LENOVO.png
POSITIVO.jpg
AMERICANAS.jpg
MOTOROLA (1).webp

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG