Tropa de Choque retira com água manifestantes que interditam Paulista


Dois carros blindados da Tropa de Choque da Polícia Militar chegaram à Avenida Paulista às 8h30 desta sexta-feira (18) para retirar pequeno grupo de manifestantes contrário ao governo Dilma Rousseff e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que interditavam a via havia 39 horas.


Às 9h, os carros da polícia avançaram com jato d'água e retiraram os manifestantes que estavam em frente ao prédio da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo. O protesto começou às 18h15 desta quarta-feira (16), segundo a Polícia Militar. Os policiais também usaram cerca de cinco bombas de gás lacrimogêneo. A PM não informou o total de manifestantes no protesto.


À Polícia Militar não tinha informação de feridos. Os manifestantes ficaram molhados e um grupo seguiu protestando na calçada. "Só quem está molhado pode opinar", disse manifestante sobre a permanência ou não do ato na calçada.


Lideranças afirmaram que a maioria votou para sair da avenida, mas alguns disseram que não iriam sair. O bloqueio de 39 horas provocou trânsito na região.

4 visualizações0 comentário
VIVO.jpg
AMAZON.jpg
LENOVO.png
POSITIVO.jpg
AMERICANAS.jpg
MOTOROLA (1).webp

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG