Presidente do Sebrae alerta para 'exterminadores fiscais do futuro'


O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, alertou que, durante a crise, as micro e pequenas empresas devem ficar mais atentas às armadilhas dos "exterminadores do futuro" infiltrados nas áreas fiscais da União, de Estados e de municípios. Afif Domingos afirma que, por conta da penúria fiscal e em busca de aumentar a arrecadação, eles (os “exterminadores do futuro”) criam regras impossíveis de serem cumpridas por empresas de menor porte. O presidente do Sebrae se refere a medidas como o Convênio 93 do Confaz, que criou novas regras para o recolhimento de ICMS na venda ao consumidor final de produtos destinados a estados diferentes dos de origem das empresas. A regra atinge principalmente o comércio eletrônico. Empresários reclamam que a resolução aumentou a burocracia e os custos das operações. "Essa norma precisa ser suspensa imediatamente. A grande empresa pode até esperar que apareça um sistema digital para o recolhimento do imposto. Mas a pequena empresa, nas condições atuais, morre", diz Afif Domingos.

2 visualizações0 comentário
VIVO.jpg
AMAZON.jpg
LENOVO.png
POSITIVO.jpg
AMERICANAS.jpg
MOTOROLA (1).webp

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG