OMS eleva pressão sobre Hollywood contra exibição de cigarro em filmes


A OMS (Organização Mundial da Saúde) publicou hoje seu terceiro relatório sobre a exibição de cenas com cigarro em filmes de grande audiência. Campanha contra a glamourização cinematográfica do tabaco registrou avanços desde 2009, mas documento diz que "é preciso avançar mais".


Um dos focos principais da OMS agora é a indústria do cinema dos EUA, que mostra fumo em 36% dos filmes liberados para menores de 18 anos. Os dados mais recentes, que contabilizaram as produções de Hollywood em 2014, indicam que 44% de todos os filmes exibem consumo de tabaco.


O departamento federal de saúde dos EUA estima que os filmes estejam ajudando a recrutar 6 milhões de fumantes jovens por ano no país, dos quais 2 milhões terão morte por males relacionados ao fumo no futuro.


"Com restrições cada vez mais rígidas contra publicidade do tabaco, os filmes continuam sendo um dos últimos canais para expor milhões de adolescentes a imagens de fumo sem restrições", afirmou em comunicado Douglas Bettcher, diretor do Departamento de Prevenção de Doenças Não-Comunicáveis da OMS.

1 visualização
VIVO.jpg
AMAZON.jpg
LENOVO.png
POSITIVO.jpg
AMERICANAS.jpg
MOTOROLA (1).webp

© 2020 Aconteceonline.net - Todos os direitos reservados - Brasília de Minas-MG